Tá, gente, eu vou contar. Eu gosto da Taylor Swift, tá? Eu acho adolescente, acho chiclete e acho gostosinho. Quem me conhece sabe que eu tenho verdadeira fascinação pelo universo das high school americanas e que antopólogo eu fosse, sobre isso eu pesquisaria. Junte as duas coisas e imagine o quanto eu AMO esse clipe:

Agora, quer saber outro segredo? O clipe tem uma versão gay, galère! Coisa do povo da Universidade de Rocheseter, em Nova Iorque:

Rachei!

Anúncios