3 de dezembro de 2009: O dia em que Berenice não segurou. Hoje, a querida Leila Lopes, rainha do absurdo nacional, nos deixou. A atriz (pornô), modelo e tudo mais que só ela podia fazer tomou chumbinho e foi pro céu, como ela tinha certeza que iria:

O O&A presta essa singela homenagem a ti, Leila: se não fosse por gente como você, nós não teríamos do que falar. Absolutamente. Seguiremos segurando sua lembrança, como fiéis berenices, enquanto o mundo rodar e rodar… Até que nada mais nos lembremos. Muah.

Anúncios