Tá, não é BEEEEM um repente. Mas é quase. O cara vai juntando um monte de coisa que, em comum, só tem o fato de estarem na Bíblia (ou “briba”, como ele diz). Isso tudo numa língua que beira o dialeto e num afã religioso de dar inveja em Edir Macedo. Resultado:

Eu sei que é meio grande e antigo, mas tem como não simijar? Eu gosto quando alguém diz no fundo “Igreja”, assim como quem diz “Ronaldo”…

(dica do Renan, que acha o “R” super fricativo dele igual ao da Elza Soares)

Anúncios