Se alguém disser que esse negócio de “toda miss é burra” é preconceito, tá com toda razão. Bora recapitular?

Acontece que no concurso de Miss EUA, essa semana, o Perez Hilton, jurado, perguntou pra Miss California, Carrie Prejean, o que ela achava do casamento gay. Tipo, o Perez Hilton, sabe?

perezhiltonHomossexualidade óbvia

Numa dessas, qualquer pessoa com neurônios somaria um mais um e, nazista que fosse, diria que o casamento gay é a sétima maravilha do mundo, que leu O Pequeno Príncipe e que deseja a paz mundial, certo? Pois bem. A Miss Califórnia ajeitou a cabeleira loira e disse assim:

califa

“Eu acredito que um casamento deveria acontecer entre um homem e uma mulher. Isso não é nenhuma ofensa às outras pessoas, mas é como eu fui criada.”

Quer dizer: “Miss EUA = FAIL”. Claro que perdeu a coroa pra Miss Carolina do Norte. E é que nem eu disse lá em cima. Não foi burrice, porque miss não é burra! Isso, gente, é preconceito…

(Do G1)

Anúncios