Cara, isso é o cúmulo da inclusão (e eu bato palma). A idéia é do ator americano Michael Dimartino. Ele é intérprete de linguagem de sinais para executivos e tals. Mas saca só o que ele faz nas horas vagas:

Gente, ele traduz gay-bitch-pop pra linguagem de sinais! É assim que se faz inclusão! Aliás, foi bom eu ver o vídeo, porque caiu minha ficha de que “If you seek Amy” é um “trocailho” pra “f.u.c.k me”. Quer dizer.. Bem vadia, a Brit Brit.

Mas se você achou pouco, tem mais. Além da barriguinha sarada, do talento pra dança e da linguagem de sinais, Dimartino também é super politizado. Confira o vídeo abaixo:

Pra quem não entende inglês, ele tá dando 5 razões pelas quais os gays NÃO devem se casar:

1) As pessoas passariam a se casar com seus animais domésticos;
2) A bíblia diz que é imoral. A bíblia também diz que não devemos tocar em carne de porco aos domingos;
3) Porque o casamento é sagrado;
4)Porque homens não foram feitos para ficarem juntos. É como laranjas e bananas (adoro essa parte!!);
5) Porque nos EUA, raça ainda é um tabu…

Logo depois ele faz um “discurso”. Minha parte preferida é quando ele diz:”Se eu não digo aos heteros que eles não deviam usar aquele cabelo horrível, por que eles acham que podem dizer com quem eu devo me casar?” You go, Michael! No You Tube, rola até link pra participar de um abaixo-assinado pelos direitos dos homossexuais nos EUA. Fora que no canal do cara tem vídeos de outras músicas, tudo com atualização regular.

Aí eu pergunto: e por aqui? A gente tem a Stefhany! E o Valmir e a Josy! Ai, ai…

(Do Mixbrasil)

Anúncios