Tipos que Roberto Carlos está com síndrome de Nonô. O cantor está a bordo de um navio, no cruzeiro “Emoções em alto-mar” (adoro esse nome) e concedeu uma coletiva de imprensa hoje.

Joyce Pascowitch, do Glaumrama, estava lá e contou no site alguns detalhes da entrevista. Acontece que RC resolveu fazer o moderno e já começou a coletiva arrasando, dizendo que apóia o casamento gay. “Acho que todo ser humano tem direito à felicidade, desde que ela não signifique a infelicidade dos outros”. Prafrentex? É que, segundo o próprio cantor ele não tem medo, mas pânico de envelhecer. E aí vem minha parte predileta: ” gosto de marombar, de fazer musculação. É muito bom poder tirar a camisa de luz acesa!”. Então, alguém que fala marombar provavelmente não consegue mentir a idade nem de luz apagada.

Mas vá lá, porque o tio também contou que gosta de ficar e que isso “é normal pra quem está solteiro”. You go, RC!

rcSou uma brasa, mora?

Anúncios